terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Ah Palhaço...


Faz me rir de sua cara pintada,

Com sua fala desbocada

E da sua fantasia,

Faz me rir até

Dos desencantos deste mundo

Com ar de vagabundo,

Pintado de alegria.


Ah palhaço...

Que tanto por aí passeia

Em cada canto,

Derrama seu encanto

E sorriso, semeia.

Parabéns por sua arte

Que só felicidade, anseia.


Ah palhaço...

Fabricante de risadas,

Merecedor de aplausos

Colecionador de gargalhadas,

Por trás da mascara que te cobre

Existe uma alma nobre

Alma essa, iluminada.


Ah palhaço...

Agora vai, mas sempre volte

Sentiremos falta da sua magia,

Do seu talento

E de sua alegria,

Que é o lado mais pirado

Da chamada poesia!!


By – Juliana Bizarria



2 comentários:

Gunnar Vargas disse...

ê
tava de férias, agora voltei pro trampo, voltei ver internet, vi seu blog, agora somos primos de blog tb né?
saudades

Robson Araújo disse...

caaaaaaaara, gostei do palhaço !!
mtoo bomm o poema!